outubro 18, 2017

Cuidado hospitalar no conforto de casa

Cada vez mais procurado por aqueles que precisam de um tratamento mais humanizado e adequado, o Home Care é um setor que avança todos os anos, trazendo melhorias e bem-estar para os pacientes.

Mas no que ele realmente consiste? Quais suas vantagens e desvantagens? Tire essas e outras dúvidas frequentes sobre esse assunto.

1. No que consiste?

A expressão Home Care vem da língua inglesa e literalmente significa “cuidados no lar”. O Home Health Care, ou Home Care, é o atendimento em domicílio de profissionais da saúde, que dão continuidade aos tratamentos e prescrições do médico após um tratamento hospitalar. Esse cuidado também serve para iniciar um tratamento que não tenha necessidade de permanência em um hospital ou para servir como auxílio a pessoas debilitadas ou com restrição motora. Se trata de um cuidado hospitalar no conforto de casa.

 

2. Quais os serviços prestados?

Atualmente é cada vez maior a gama de atendimentos e profissionais que atendem em casa. É possível dispor de dentistas, nutricionistas, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, oxigenoterapia e diversos outros.

Com os avanços tecnológicos é possível até mesmo reproduzir na casa do paciente os atendimentos realizados em hospitais, como exames de sangue, raio-X, nutrição artificial, farmácia 24h, aplicação de vacinas, ventilação mecânica e diálise.

3. Para quem é indicado?

É indicado para pacientes de todas as idades e não apenas para idosos, como a maioria pensa. O Home Care disponibiliza serviços para os mais diversos pacientes, que se encontram em condições de saúde estáveis, mas precisam de cuidados específicos de um hospital, de auxílio para realizar tarefas rotineiras ou para cuidar de si e da própria saúde.

No geral, os pacientes que mais demandam o atendimento domiciliar são aqueles que possuem doenças crônicas ou degenerativas, problemas respiratórios, danos neurológicos, debilidade motora, que estão se recuperando de uma cirurgia e precisam de atenção ou de equipamentos presentes no hospital sem necessidade de permanecer nele.

 

4. Para quem não é indicado?

Apesar de ser um excelente forma de tratar pacientes, em alguns casos o tratamento Home Care não é indicado – como para pacientes que não estão em condições de saúdes estáveis, com internações constantes, ou que precisem de equipamentos que não podem ser levados para seu domicílio. Estes devem permanecer em hospitais, já que nem sempre os cuidados de enfermeiros e outros profissionais da saúde suprem as necessidades médicas e hospitalares de um paciente.

Sempre consulte um médico ou especialista em assistência domiciliar e descubra se o Home Care é indicado para o paciente que deseja recebê-lo antes da contratação do serviço. E aproveite para conhecer nossos produtos compatíveis com esse tratamento. São móveis simples, intuitivos e fáceis de operar, facilitando o tratamento e o cuidado das funções vitais do paciente.

facebook linkedin

Relacionado