fevereiro 14, 2018

Importância dos cuidados pós-operatórios

Tão importante quanto uma cirurgia bem feita é uma boa recuperação no período pós-operatório. Após um procedimento cirúrgico, é essencial que o paciente receba os devidos cuidados, especialmente com a ajuda de um enfermeiro.

Cada organismo e cada cirurgia necessita de cuidados diferentes. Em todos, porém, é importante saber que o corpo fica fragilizado e o sistema imunológico enfraquece, o que pode aumentar os riscos de infecção.

Quais os principais cuidados?

A família ou enfermeiro devem ajudar o paciente em todos os cuidados básicos, auxiliando na higiene, na alimentação e necessidades fisiológicas. Os medicamentos prescritos também precisam ser tomados nos horários corretos e o tempo de repouso deve ser rigorosamente seguido.

Todos os sinais vitais devem ser constantemente monitorados, com atenção inclusive para possíveis reações adversas e complicações que a cirurgia possa gerar. Para auxiliar nesse processo, a alimentação também deve ser adequada e balanceada, fornecendo todos os nutrientes necessários.

Por que é tão importante?

Sempre que passa por um procedimento cirúrgico, o corpo fica em estado de estresse e consequentemente mais vulnerável. Tomando as medidas corretas, os resultados alcançados são sempre mais satisfatórios e sem complicações.

Pacientes que seguem à risca as recomendações do médico possuem mais chances de sucesso e evitam queloides, infecções, trombose, entre outros problemas.

Apoio ao paciente

Nesse momento delicado, é essencial a presença constante de uma pessoa que possa ajudar. Pode ser um amigo, membro da família e, em casos mais complicados, a ajuda do enfermeiro é indispensável. Ele deve ser um bom profissional, responsável por conseguir encarar as adversidades que cada pessoa exige.

O emocional do paciente também pode ficar abalado, por isso quem auxiliará deve ter muita paciência, calma e organização. Um trabalho cuidadoso faz com que a recuperação seja tranquila.

No mais, apesar de ser um momento delicado, pode ser um bom momento para o paciente diminuir o ritmo e se auto-avaliar. Esse momento não precisa ser tão desagradável!

 

facebook linkedin