Uma cor por mês!

Você com certeza já viu campanhas intituladas como Outubro Rosa ou Setembro Amarelo por aí, não é mesmo? Essas campanhas que levam as cores em seu nome servem para a conscientização e discussão a respeito de doenças muitas vezes esquecidas (ou não levadas a sério) pela sociedade, e se tornaram mais uma maneira de reforçar os assuntos da saúde pública.

Como a prevenção e o tratamento de muitas doenças acabam ficando fora do conhecimento do público, o Ministério da Saúde, em conjunto com entidades da sociedade civil, acabou por adotar as ‘cores da saúde’, reconhecidas mundialmente e identificadas facilmente graças às campanhas publicitárias. Elas foram pensadas para funcionar de mês a mês, e têm símbolos marcantes como o laço vermelho da luta contra o HIV.

O que pouca gente sabe é que essa pegada existe desde a década de 90, apesar de ter ganhado mais espaço na imprensa a apenas alguns anos. Um nome de peso que trouxe força a toda essa mobilização foi o Outubro Rosa, que se dedica ao conhecimento da saúde da mulher, principalmente no que se diz respeito ao câncer de mama e do colo do útero.

O Ministério da Saúde se dedica a essas campanhas publicitárias durante todo o ano, sendo algumas permanentes e outras mensais. Em um geral, os materiais de divulgação são distribuídos em centros de saúde e educacionais, e as campanhas sempre aceitam a colaboração e o investimento de entidades públicas. Dessa forma, a divulgação pode ser ainda mais completa e a mobilização a respeito da prevenção e conscientização sobre a saúde pública se torna uma pauta cada vez mais discutida.

Cada associação ou grupo interessado pode determinar a doença e indicar seu mês de conscientização, por isso algumas cores e doenças se repetem e não há um calendário oficial. Conheça algumas campanhas que acontecem durante o ano, e ajude em sua divulgação:

Janeiro Verde: Glaucoma – Câncer do colo do útero

Fevereiro Roxo: Lupus – Mal de Alzheimer – Fibromialgia

Abril QuebraCabeça (várias cores): autismo

Maio Amarelo e Vermelho: hepatite

Junho Laranja: anemia, leucemia

Julho Amarelo: câncer ósseo

Setembro Amarelo: suicídio

Setembro Verde: doação de órgãos

Outubro Rosa: saúde da mulher (câncer de colo do útero e câncer de mama)

Novembro Azul: saúde do homem (câncer de próstata) e diabetes

Dezembro Vermelho: vírus HIV

Você também pode ajudar! Para participar das campanhas, basta procurar o órgão responsável e oferecer seu trabalho voluntário. E vale de tudo: doações, divulgação nas redes sociais e até mesmo um pouquinho do seu tempo para trocar ideia com os pacientes nos hospitais.

(Visited 356 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *